Artes

O escritor militante

 a presença de José Saramago.

Filho e neto de camponeses, José Saramago nasceu na aldeia de Azinhaga, província do Ribatejo, em 1922. Os seus pais emigraram para Lisboa quando ele não havia ainda completado dois anos. A maior parte da sua vida decorreu, portanto, na capital, embora até aos primeiros anos da idade adulta fossem numerosas, e por vezes prolongadas, as suas estadas na aldeia natal.

José Saramago faleceu em 2010 e sua morte constitui uma perda irreparável para Portugal, para o povo português, para a cultura portuguesa.

Construtor de Abril, enquanto interveniente ativo na resistência ao fascismo, ele deu continuidade a essa intervenção no período posterior ao Dia da Liberdade como protagonista do processo revolucionário que viria a transformar profunda e positivamente o nosso País com a construção de uma democracia que tinha como referência primeira a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo e do País. José Saramago era militante do Partido Comunista Português desde 1969 e a sua morte constitui uma perda para todo o colectivo partidário comunista – para o partido que ele quis que fosse o seu até ao fim da sua vida.

64
Website: <a href=”http://www.josesaramago.org/”>http://www.josesaramago.org/</a>
Leia Mais
<a href=”http://www.pcp.pt/o-povo-homenageia-jos%C3%A9-saramago”>http://www.pcp.pt/o-povo-homenageia-jos%C3%A9-saramago</a>
Veja Mais
Não é vida real.