Artes - Deficiências

O que seria uma moda inclusiva?

Ângela Ferreira e o Projeto Fashion Inclusivo .

O Projeto Fashion Inclusivo foi criado para elevar a autoestima de crianças e adolescentes de baixa renda, entre 2 e 20 anos (portadores de Síndrome de Down, paralisia cerebral, baixa visão, cegueira profunda e autismo), tornando-os modelos. O que para muitas pessoas seria inviável, ou até mesmo impossível, para a Brasiliense Ângela Ferreira não foi. Em 2010, a sonhadora resolveu arriscar. Com hora e dia marcados, idealizou um pequeno desfile no shopping da cidade de Sobradinho, para amigos e familiares. A iniciativa, que esperava receber 200 pessoas, contou com a presença de mais de 600 interessados pela causa.

O primeiro evento ganhou notabilidade. Logo em seguida o grupo foi convidado para desfilar na Câmara Legislativa do Distrito Federal. Depois desta segunda oportunidade, o projeto não teve mais descanso. A idealizadora conta que as crianças acabaram virando estrelas por toda parte de Brasília. “Um dos objetivos do projeto, que era realmente elevar a autoestima dessas pessoas, foi realizado”, afirma ela. A felicidade dos novos modelos acabou refletindo na vida acadêmica de cada um. Os resultados positivos eram visíveis. Melhor do que essa evolução, foi a reação das famílias que, antigamente, não visualizavam um futuro melhor para os filhos. “Agora eles sabem que os filhos são capazes”, conta a idealizadora.

121

Website: http://fashioninclusivo.blogspot.com.br/

Veja Mais

Entrevista com Ângela Ferreira